Filho único ou mais de um?

Filho único ou mais de um?

Planejado ou não, é bem comum termos angústias e medos…ah, mas vou amar igual? Vou conseguir dar atenção? Como darei conta de tudo? E como será com os gastos? Será que quero mesmo…mas meu filho pede tanto…😩
Ah….nossa cabeça não pára! E adiamos o desejo que temos, nos angustiamos durante a gravidez, ou até resolvemos ter quando não era bem isso…enfim, seja qual for seu caso, você deveria escutar seu coração! 😍
Nós temos aqui duas histórias para te contar sobre como foi isso para a gente.

Graci – 2 filhos

Sou filha única e sempre quis ter 2 filhos. Quando tive meu primogênito Eric, já pensava que logo teria o segundo e completaria a familia. Com ele no colo, pensava “o que pode ser melhor que isso? Dois disso!” 😊
Bem, 2 tentativas mal sucedidas, saída do emprego, finanças incertas e mantivemos a fé… era a hora, ele viria! Na terceira vez, em 9 meses tentado… ele se confirmou: outro menininho!😍 Ai..as dúvidas…como será? Amarei igual? E o Eric… como será quando o mano nascer? Ele tinha 1 ano e 7 meses quando engravidei do Jonas… Como darei atenção? Nossa.. estava feliz e ao mesmo tempo um turbilhão de emoções! Se você tem mais de um filho, deve saber o que passei… e lia as pessoas falando “o amor não divide, multiplica!”. Eu tentava entender…como será isso? Bom..pensava.. tudo vai dar certo!

Então veio o grande dia! Eric nasceu de uma cesárea forçada pela médica (rende mais um post…) e Jonas eu queria tentar o normal.. Bem, não deu. 40 semanas e um bebezão sem sinal de que estava por vir. Cesárea.. vamos lá! Tudo certo, e ele nasceu super saudável! Na saida da cirurgia.. pensava no Eric! Os médicos eram muito legais.. e fizeram algo diferente. A familia entrou para me ver antes de ir para a observação, e Eric pode me ver. Ali já viram o maninho Jonas também! Consegui relaxar por ter visto meu filho mais velho!😊 3 horas depois…na observação..lá veio Jonas… o colocaram ao meu ladinho..eu já melhor da anestesia.. senti ele buscando o peito e…. mamou!! Com a maior facilidade! Senti o amor invadindo! Que felicidade! Comecei a rever meus últimos medos… e começaram a não fazer sentido! 😊😍 Bem, Eric veio me visitar no dia seguinte.. estava triste.. preocupado com a mãe no hospital! Ele tinha só 2 anos e 4 meses. Deixei vovós curtirem o Jonas e dei toda atenção ao Eric. Melhorou.. mas meu coração se dividia ainda.. 😔 Primeiros dias, meses diria… dificeis! Adaptar à nova rotina, amamentar, ter que trabalhar já logo com ele bebê… 😣
Mas tudo encontrou seu lugar …os manos se amam, e não consigo imaginar a vida sem ele! O tijolinho que faltava na nossa construção! Minha melhor decisão, como penso…
Bem como dizem: o amor se multiplica! ❤ Graci

Fê – filho único

Ter ou não ter o 2o filho…quantas mamães estão nesse dilema…eu sou seguido me pego pensando nisso também! 😊
Temos o Max de 7 anos e até agora a coragem não veio com força, pois continuo me perguntando se realmente quero mais um bebê, mas quando penso em não ter também não me parece uma decisão final…que dilema! Quando olho para o Max parece não caber amor maior no meu coração…será que só eu tenho essa dúvida de “será que vou amar o segundo tanto quanto amo o primeiro”?! Mas vejo a Graci e tantas mães dizendo: sim, o amor multiplica!❤
Também tenho muito medo de me arrepender quando o relógio biológico bater a porta… E ai vou pesando também outros fatores…como por exemplo, moro longe da família e meu marido viaja a trabalho quase toda a semana…
Ai meu Deus quanta dúvida!
Bem, enquanto não decidimos vamos curtindo a vida a três, que até agora foi, com certeza, a melhor coisa que já aconteceu!
. 👪❤ Fê

Enviar Comentário